La Habana e suas Livrarias: Cuba, em seus livros.


Por mais que soubéssemos que estaríamos chegando em um lugar cheio de peculiaridades, com uma história muito própria e com suas excentricidades, foi estranho percorrer ruas e avenidas sem traços que nos são tão familiares, sem uma infinidade de farmácias, mercados, centros comerciais e tantos outros que nos foram impostos pela globalização. Cuba ainda não se rendeu a globalização, tem um "q" de antiga, como seus carros. 


Em Havana as livrarias são um misto do novo e do antigo, predominam os sebos. 





Ao percorrer as ruas de La Habana Vieja entramos e saímos de pequenos e charmosos sebos, entramos numa livraria moderna e que mescla livros novos e usados, até chegarmos na Plaza de Armas. 



Ali, na Plaza de Armas, encontrei reunidas duas de minhas paixões: a natureza urbana e os livros - um mercado de pulgas diário, cheio de quinquilharias lindas e letras repetidas. 




A Revolução impôs um modo de vida diferenciado e isso se vê nas Livrarias e Praças, nos livros expostos. Che e Fidel, Fidel e Che, um pouco de Chaves. Os revolucionários de Sierra Maestra em quase todas as capas, em livros que estão a venda ou nas mãos dos habaneros. 




Da La Moderna Poesia ao Navio, da livraria ao sebo. 





As quinquilharias se misturam aos livros e aos famosos cartazes cubanos. Tudo num misto de histórias e cores, sob o sol do Caribe. 






Mais algumas... 



Nas bancas de rua muitos livros encadernados, novos. Quando nos chegam nas mãos percebemos que se tratam de cópias xerográficas de obras conhecidas, vendidas em substituição das novas edições que por lá não aportam. Compramos uma versão do "El Viejo y El Mar" de Hemingway, em encadernação azul como recordação. Ainda, uma edição antiga do Pequeno Príncipe, em espanhol. 

Nos sebos a arquitetura amarelada como as páginas dos livros, ambos belos e eternos. 




Num país feito de muitas histórias e muitos caminhos. 








5 comentários

  1. Olá!

    Eu estou pesquisando sobre Cuba, mas achei comprar tudo separado mais caro. Quanto saiu mais ou menos a passagem aérea? Um pacote de 6 dias (havana + varadero) vi por 3.900,00. (para duas pessoas) - hotéis + translados + aéreo

    Acha que vale a pena? Tô tão em dúvida! :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariana, tivemos dois problemas em nossa organização. Primeiramente, decidimos de última hora e não contamos com os descontos que se pode conseguir com um tanto de organização. Segundo, saímos de Porto Alegre, o que sempre encarece um pouco a viagem. Fomos pela Copa e só de passagens aéreas gastamos mais do que o pct que referes. Então, me parece estar num valor ótimo, até por ser Caribe. Posso lhe assegurar que Cuba valeu cada centavo investido. BjO!

      Excluir
    2. Agradeço muitíssimo a sua ajuda! :)

      Excluir
  2. Voce leu algum livro sobre Cuba antes de ir? Indica algum? beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada especifico, viajei só com referências adquiridas ao longo da vida e dos conhecimentos históricos. BjO!!!

      Excluir

Para o Topo