E o Mochilinha assopra a velinha: 1 ano de muita Vida!


Nos últimos dias fiquei pensando no que faria para marcar a comemoração do primeiro ano do bloguito – 18/07. Tantas possibilidades... muitas dúvidas. Bom, então resolvi pensar no que de melhor esse mundo virtual me trouxe e aí ficou fácil: pessoas.

Por essas pessoas eu uni a paixão de escrever com a  de ler nesse último ano, retomando um velho hábito que andava meio adormecido. E eu, que me apaixono por pessoas e por idéias desde sempre, conheci e me apaixonei por várias nesse ano.

Em comemoração ao primeiro aniversário do Mochilinha não teremos presentes, pois vocês foram meus presentes – e como ganhei presentes nesse ano!! Sorteios? Para quê, se não conseguiria presentear à todos? Então, assim como falarei abaixo sobre alguns de meus presentes, ao final darei à vocês um pouco de mim. Tá valendo? E quanto as pessoas, falarei de algumas, pois não poderia falar de todas - amigos e leitores do blog.

Não tem outra forma de iniciar a não ser pela Marcie (e quem não a conhece?). Mulher de personalidade forte, escrita suave e que está sempre Abrindo o Bico por aí, não é mesmo? E como sabe abri-lo no momento certo, com a palavra exata ou apenas com um :-) que já diz tudo! Seus textos? Maravilhosos e para serem saboreados “como sobremesa” (há anos digo isso de textos muitas vezes doces, outras ácidos, mas sempre deliciosos) ou então em madrugadas insones (e como as tive nos últimos tempos). Passei a segui-la lá pelo twitter após ler um dos seus textos, publicado no VnV - que decisão mais acertada. Entrou para minha história em definitivo. Se não a tem visitado, dá uma passada no Abrindo o Bico, mas chega com tempo para curtir tudo de bom que tem por lá. A morena mais loira da minha timeline (e não há nada de pejorativo nisso). Para você querida, meu obrigado e meu carinho!

A blogosfera não é um mundo fácil para quem está chegando, meio de cantinho, sem pretensões. E sempre que estamos chegando num lugar novo precisamos de alguém que nos apresente para a turma. Na minha vida essa pessoa foi o Gleiber. Cheguei no Andarilhos do Mundo a procura de um post sobre Madrid (que nem era dele, mas do Molina – baita escritor, como se diria por essas bandas) e dali fui garimpando, curtindo o blog, seus textos e suas imagens certeiras (cada clic é uma arte). Os perrengues pelos quais os rapazes já passaram rendem um livro (procurem lá pelo “pinho sol”). Mas para quem ainda não os conhece (se isso é possível, mas se for clic AQUI), eles tinham uma publicação mensal dos Melhores do Mês, onde eram arroladas algumas dezenas de post’s de outros blogs, proporcionando uma enorme interação entre a galera. E não é que logo de cara, mal o Mochilinha entra no ar e ele já pinça um post e lança lá? Que surpresa. O Andarilhos do Mundo abriu as portas da blogosfera de viagens para nós. Obrigada, Gleiber.

Muitas redes formam nossa vida social nessa era. O twitter se fortaleceu na minha por conta do blog e hoje agrega amigos e conhecidos e me facilita ir ao encontro de muita coisa boa. É uma distração para todos os momentos. Mas como em qualquer comunidade, mais uma vez digo que sempre é bom ser bem recebido. Aqui entra outra mulher brilhante, inteligente, apaixonada   por economia, mas para mim uma poeta (poetisa, para aqueles que não consideram a forma pejorativa) – Clara Favilla. Interagir com ela é sempre um prazer. Adoro seus tuites numerados... Nem sei bem como surgiu na minha timeline, mas foi um grato presente. Mais que isso? Só curtindo seus textos, poéticos e cristalinos reunidos no O Mundo é Plano. Agora, se desejar embarcar numa viagem mais profunda, ainda mais poética, quem sabe dá uma passadinha no blog Café&Veneno? Eu indico chegar de coração aberto e a começar por Aqui. Textos maravilhosos, para serem lidos com paixão. Um beijo, Clarinha!

Aqui reunirei duas escritoras excepcionais, que vivem trocando figurinhas pela vida. A Ana do Psiulândia  e a Carmem do De uns tempos pra cá  possuem blogs distintos, mas as imagens da vida podem ser reunidas num mesmo álbum (e que imagens, Santo Deus). Mas como nem só de belas imagens é feita a vida, o “papo aí é reto”, sem subterfúgios, sagaz, às vezes ácido. Tem de tudo um pouco, mas nunca pouco, sempre muito. Não são blogs de novidades, são blogs de pensamentos. Para curtir? Tem que ir garimpando, porque mesmo o que tiver de mais antigo terá um ponto de atualidade. Meninas, adorei conhecê-las! 

A Lidia chegou lá pelo twitter e ficamos trocando figurinhas, combinamos de nos encontrar lá por Brasilia, mas daí adiei e ela rumou para o Norte, agora bem ao Norte. Trocamos mais algumas figurinhas e minha mascotinha ganhou uma irmã, linda e graciosa. Indiquei, ela gostou e a Fábrica de Desenhos alegrou seu blog. Não conhece a Lidia? O Lidia Norte espera por você.

A Patrícia do Turomaquia deu umas dicas imperdíveis para facilitar minha vidinha pela Espanha, com elas não precisei nem de guia para perambular por lá. De todas as blogueiras que curto a considero a mais metódica e apaixonada, passa os dias respondendo perguntas e pedidos  (quase que em tempo real) e como sabe ser clara, célere e educada. Só muita paixão explica tamanha dedicação. O blog e seus guias (estou namorando Curitiba por suas linhas) são uns primores!

Conhecer pessoas não combina com minha timidez. Mas em nossa última ida a Brasilia a Cyntia da Fragata Surprise chamou para um café. Como declinar de um convite tão amável? Im-pos-sí-vel. A descontração começou ainda nas DMs do dia (que regra geral não devem ser abertas - desculpa aí Cyntia!), quando vi que seria impossível não gostar de uma pessoa que diz: "Ah, eu sou a senhora com a camiseta do Batman, rsrsss". E a conversa rolou solta, agradabilíssima. O blog? Uma delícia, cheio de histórias, mega bem escrito. E o que dizer das imagens? Melhor dar uma espiada, não há palavras para descrevê-las. Querida, seria capaz de passar noites e noites de papo com você! 

E o que dizer de tantos outros? Só que são especiais e mesmo não estando aqui nominados estão no coração. E aí incluo a nossa grande comentarista a Ana do Mãe Mochileira, Filho Malinha, o simpatia do Dudu do Dudu Afora, o Gustavo do Check-In, a Clarissa do Viagem e Viagens, a Natália do Destino Provence, o casal dos Nerds Viajantes, a Alexandra e suas delicias do Café Viagem, a Camila do Viagens & Andanças, a Tati do Por aí e Por aqui, a Heloísa e seus 52 objetos – uma idéia brilhante para dar vida ao blog Básico e Necessário, a Gardenia do As peripécias de uma flor , a Mel do Descortinando Horizontes e a minha quase xará, a  Ana Paula do Entreviagens

Antes de terminar a primeira parte desse post, pensei em selecionar um texto entre os milhares lidos nesse ano, para apontá-lo aqui. Mas como escolhê-lo entre tantos? Bom, fechei os olhos e me vieram dois. Um conta um pouco de história (e para uma apaixonada por biografias isso é tudo), com um olhar maduro, mas com uma narração leve como uma pluma e é um pouco de Vida: "Procurando meu Pai". Ele é da Marcie e merece uma lida atenta para se descobrir em toda sua essência, mas precisa ser lido em conjunto com os links indicados - logo já são cinco e não mais dois (quanta incoerência nesse texto). Quanto ao segundo, aqui surge outra blogueira nessa comemoração, mas ela chega trazendo música para meu dia!! A Fernanda do Preciso Viajar, menina de opiniões retas, mas tão diferente de mim, uma Curitibana, trouxe um pouco de frescor ao meu dia ao publicar "É preciso amar as pessoas como se elas fossem viagens". Confesso que seu texto trouxe, além das reflexões pertinentes, uma semana de Renato Russo para minha vida (andei cantarolando por ai sem parar) e isso é sempre um presente. Obrigada meninas!!!

Alguém imaginou que esse seria um post sem imagens? Impossível! 


Vocês todos deram outros e novos sentidos à minha vida. O que posso oferecer para vocês em retribuição a esse ano de descobertas? Só um pouco de mim. E quem sou? Sou o que vocês percebem de mim, mais um punhado de incertezas e muito do ar que respiro. O que vejo me faz e me transforma e para apaixonados por viagens não há presente melhor que um pouco de cor e história. De mim darei para vocês um pouco da Terra onde nasci e para onde voltarei ao final dessa jornada e muito do Chão onde piso. A comemoração é simples, bem ao estilo de uma gaúcha, capricorniana que nasceu num 03/01 e não está acostumada a festas (pois o povo está sempre de ressaca e/ou espalhado pelo Mundo) e nem aos presentes (pois o do Natal vale para as duas datas, desde sempre), mas é de coração.

Nasci numa pequena cidade histórica do Rio Grande, Caçapava do Sul - lembram da "Casa das Sete Mulheres" e "Valsa para Bruno Stein"? Terra assentada numa coxilha do Pampa Gaúcho, a 270 km de Porto Alegre. De lá saí ainda muito pequena, pelo desejo de minha mãe de evoluir, de dar novos horizontes às filhas e de criá-los para si. Então, dessa Terra da infância trago apenas as lembranças dos períodos de férias escolares no campo, na companhia de meus avós. Mal sabia eu naquele tempo que ele o tempo iria me levar de volta as raízes. E cá estou a fotografar aquele sol, seus campos, suas cores....  




Minha trajetória até quem sou hoje se iniciou em Porto Alegre e para marcar a infância escolho a foto onde sou mais eu, do "olhar a mão" - melhor método de escolher amigos que conheço. Do desejo de ser arquiteta a advogada que me tornei, minha trajetória e meus sonhos sempre passaram pela paixão pelos livros e por muitos bancos escolares.


O tempo correu, a família aumentou e um dia a vida me trouxe o filho que não desejei. Da escolha de uma mulher em não tê-los até o nascimento de meu sobrinho-neto e afilhado B. muita água rolou, muita vida correu. E costumo dizer que "ele é tão meu, tão eu, que se fosse meu, não seria tão eu". Ele é lindo! Que olhos que dizem tanto... e que mãos perfeitas tem esse pequeno grande homem...



De desejo em desejo e de muito pé no chão fui fazendo escolhas e cheguei até aqui. E as amizades? Os amores? As paixões? Esses estão  e vão no coração, eternamente!

E onde entra Porto Alegre nisso tudo? Entra pelas calçadas portuguesas por onde cresci, em seu jeitinho de interior, em seu barulho crescente. Entra pelas lembranças daquilo que vivi, das ruas por onde andei e das pessoas que conheci.



Sou irremediavelmente filha desse Chão, que me acolheu e me talhou, que me fez quem sou. Cada pedacinho dele está em mim: um pouco da Redenção, muito da Cidade Baixa - bairro onde cresci, vivi e me tornei quem sou (e como está mudada a CB), um pouco do pôr-do-sol do Guaíba! Essas ruas para mim tem sons, tem musicalidade, tem antes de tudo Luz! 






E sou essa que depois de tantas lutas e tantos perrengues, alguns tão limitadores (mas será que seria a mesma sem eles?), parte em busca de novos sons, de novos tons, de novos horizontes e chega até essa turma, tão sonhadora, tão viajante e encontra além de histórias e belas imagens, aquilo que é mais difícil de se encontrar: pessoas!!
Ufa!!! Tá valendo uma última observação? O lançamento do blog teve um sentido pessoal, marcou minha transição aos 40 e isso me fez fechar um ciclo e chegar a algumas constatações: cheguei a meia idade sem a pressa e as angústias dos 20, mais serena - isso foi um ganho; que não tenho motivos para crises e arrependimentos, pois não houve tempo perdido – vivi intensamente cada momento e cada escolha e, por último, que sou meio feliz e meio realizada - sinal que ainda tenho muito caminho a trilhar e muita história para contar (e para dividir com vocês)!!

Queridos, o que mais posso fazer a não ser convidá-los a repartir o bolo de aniversário? Feliz Aniversário para nós que fizemos o Mochilinha em seu primeiro Ano!






37 comentários

  1. Uhuuu... Parabéns, sucesso e vida longa ao Mochilinha!!! Pára de namorar Curitiba e vem logo pra cá! Estamos te esperando ;)

    Abraço

    Jr Caimi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com vizinhança é sempre assim, adia uma vez, adia outra... Mas está entrando nos planos!! Obrigada, Jr. Abraços!! Paula

      Excluir
  2. Legal, Paula!
    Foi um prazer te conhecer e ler seus textos, sempre muito bem escritos e bem humorados.
    Parabéns por esse ano de trabalho! A gente aprende muito blogando. Muitas histórias, muitas lembranças nas palavras que são lidas por tantos, de todos os cantos. Interagindo com colegas blogueiros, com leitores que precisam de ajuda, com amigos que não sabiam que você sabia aquilo tudo e principalmente com a gente mesmo, a gente percebe que blogar é meio que passar a vida a limpo, aos poucos. O Mochilinha faz isso mmuito bem!
    Quando passar por Petrópolis já tem um convite para um café ou um chopp e um bate-papo. ;)
    Sucesso pra você no ano 2 e em todos os outros!
    []'s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O prazer está sendo meu em lhe conhecer melhor a cada dia, querida. Blogar é passar o melhor da Vida a limpo, sem dúvida. Petrópolis é um sonho adiado, por diversas razões, desde sempre. Mas estou achando que o verão de 2014 reserva uma passadinha por aí (se a aventura se confirmar). Minha paixão pela cidade teve inicio com os livros de história das artes de minha mãe e se firmou com trechos do livro Flores Raras - então é um lugar especial e que se encontra na listinha! Obrigada. Um beijo! Paula

      Excluir
  3. Dio Santo, estou aqui arrepiada com tuas palavras. Nem sei como agradecer tamanho carinho. Pena que estou aqui no meio do Atlântico, porque só um abraço bem apertado poderia se aproximar deste parrágrafo que vc me dedicou! Muitas felicidades neste blogniversário, e que o blog só te traiga coisas gostosas!
    Muitos beijos,
    Patricia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Patricia. Um abraço, Paula.

      Excluir
  4. Que massa Paula!!!! Adorei o texto, digno de aniversário TOP..eheheh..Muito bom te conhecer, acho que foi um dos primeiros Blogs(Mochilinha) que comecei a entrar em contato, logo me identifiquei com vc, com textos, fotos, palavras...Fazer que nem as palavras da Patricia acima, fiquei arrepiado com suas palavras...Acho que nosso intuito é isso, escrever, amizades, interação e muitas viagens para podermos compartilharmos...Muitos anos ao "Mochilinha"..
    Super PARABÉNS!!!!!bjs..abçs...=:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Dudu, simpático como sempre! Abraços, Paula.

      Excluir
  5. Que texto lindo! Inspirador! Parabéns! Que o blog continue por muitos e muitos anos.Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flora, obrigada. Suas imagens estão sempre inspirando meus dias... Beijo. Paula

      Excluir
  6. Parabéns! Sucesso longo ao blog e muitas viagens e amigos pelo mundo, Twitter...Bjos, @Line_23

    ResponderExcluir
  7. Ei Paula,
    Que felicidade comemorar o primeiro aniversário do Mochilinha Gaúcha e ver os Nerds Viajantes entre os citados! :D
    Parabéns pelo blog! Que você continue encantando muitas pessoas com suas palavras e imagens! Sucesso sempre!
    Temos que transformo o nosso desencontro em BH em um passeio bacana para gente se conhecer melhor e papear de viagem!
    Beijos,
    Lillian.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh dias de desencontros... rsrs!! Mas certeza que esse encontro se dará em terras mineiras. Obrigada. Beijo, Paula.

      Excluir
  8. Nooooooooossa! Quer me matar do coração, guria? Como é que vc escreve umas coisas lindas dessas e não me avisa? Estou aqui numa sala de embarque em Viracopos, resolvo entrar no seu site para te deixar um parabéns inocente... Agora tá todo mundo aqui olhando pro marmanjo enxugando as lágrimas. Tive aré que no banheiro dar uma disfarçada e respirar fundo. Suas palavras tocam o coração da gente, assim como nos seus posts. Adoro essas fotos do por do Sol nas coxilhas e a sua linda paixão por Porto Alegre. Vc mereceu cada vez que esteve no Mais do Mês, viu? Um beijão e vida longa ao Mochilinha Gaúcha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaaa!!! Mas assim deve ser a Vida, de surpresas agradáveis, não? Obrigada querido, sempre! Abraços, Paula.

      Excluir
  9. Paula! Muito, muito bacana a maneira que você escolheu para festejar o niver do blog. Privilegiar as pessoas é sempre, aqui ou em qualquer lugar do mundo, um tiro certeiro. Afinal, o que seria dos lugares sem as pessoas que moram lá?! Parabéns e vida longa para o Mochilinha Gaúcha! bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que seria de nós sem as pessoas que cruzam nosso caminho, não é mesmo? Essa é a beleza da Vida. Obrigada Adriana. Abraços, Paula!

      Excluir
  10. Parabéns, felicidades muito sucesso e vida longa ao blog! Muito bacana o texto! Abraçoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Kellen. Gosto muito do Trilha. Abraço. Paula

      Excluir
  11. Poxa, obrigada, Paula! Fiquei emocionada! E parabéns pelo aniversário do blog! Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Paula, obrigada pelas palavras tão carinhosas! E parabéns pelo aniversário do blog!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Merecidas, adoro seus textos! Abraço. Paula

      Excluir
  13. Que post inspirado!
    Isso sim é que é comemoração e fico orgulhosa de participar dela.
    Obrigada e parabéns!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não poderias ficar de fora, curto muito suas belas imagens, sempre iluminando um pouco nossos dias... beijo!
      Paula

      Excluir
  14. Impossível não se emocionar com suas palavras!
    Parabéns pelo aniversário do blog!
    Vida longa pra Mochilinha, porque nós merecemos textos tão deliciosos e bem escritos como esse.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Delicia de comentário. Obrigada. Abraço.
      Paula

      Excluir
  15. Parabéns! que venham muitos e muitos anos! Fiquei muito, muito feliz de fazer parte desse post e das comemoracoes do primeiro ano do blog. Vida longa!!! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que sejam na medida. Obrigada!! Bjo!
      Paula

      Excluir
  16. Paula, o aniversário é do seu blog e quem ganha a homenagem sou eu? Muito, muito obrigada. Fiquei emocionadíssima.
    Vida longa ao Mochilinha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um ano tão cheio de histórias, não é mesmo? E quão diferente seria sem as pessoas? Momento apropriado para eternizar nomes e boas lembranças. Beijo!
      Paula

      Excluir
  17. Oi, Paula! PARABÉNS pelo 1º ano do Mochilinha Gaúcha!!!! Muitos outros anos virão com toda a certeza!!!
    Fiquei muito feliz com sua menção e por ver o carinho que você transmite as pessoas!!!
    Que um dia a gente possa se conhecer pessoalmente para papear sobre nossas viagens! Só vai ser bem engraçado, pois duas tímidas tendo que começar o papo, risos!!! Quem começará primeiro? + risos! :-)
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha!!! Aninha, o mais difícil é chegar ao encontro, depois costumo dizer que "pega no tranco"!! Obrigada querida, não poderias ficar de fora! Beijo!
      Paula

      Excluir
  18. Nossa, Paula, arrepiei e fiquei com o olho cheio d'água - o que nem combina muito com minha presente aparencia: neste momento eu sou a senhora com a camiseta do Never Mind the Bollocks, dos Sex Pistols, rsss.
    Lindo post, carinhoso, sincero, um presente pra todos nós. Beijos from Curacao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa Cyntia, bem você!! Obrigada. Bjo!!

      Paula

      Excluir
  19. Paula,
    só consegui ver o blog agora! A viagem me fez ficar mais fora do ar do que eu esperava!
    Parabéns pelo aniversário do blog! Adorei o texto! Foi ótimo! Foi um presente para cada um!

    Muitos anos de vida ao Mochilinha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, nunca é tarde!! O presente maior foi para mim, podes acreditar. Abraços, querida!

      Paula

      Excluir

Para o Topo